Hemorróidas

A indicação técnica precisa ser individualizada pensando no melhor resultado possível. Além da cirurgia convencional dispomos atualmente de técnicas como desarterialização (THD/ endopex) ; Grampeamento mecânico (PPH e EEA- HEM), tratamento por radiofrequência (Rafaelo) e laser. 

Todas elas propiciam retorno ao trabalho mais rápido e redução da dor no pós operatório mas precisam ser bem indicadas para resultado ideal a que se propõem.

Fístula anal existem algumas técnicas cirúrgicas para tratamento da fístula perianal que variam em função da complexidade da doença. A melhor opção precisa ser definida individualmente. 

Fissura anal

Fissura anal algumas vezes precisa tratamento cirugico, quando esgotadas as opções de tratamento com pomadas, laser e botox. A escolha da melhor técnica cirúrgica e do tratamento clínico que antecede a cirugia são decididos caso a caso de forma a evitarmos complicações e escolher o melhor tratamento possível para seu caso. 

Cisto pilonidal

existem algumas técnicas para tratamento, algumas pouco invasivas como EPSIT e laser além das convencionais. A decisão depende de características da doença e escolhas individuais. 

Plicoma

a cirurgia para plicoma pode ter algumas indicações como: desconforto estético, dificuldade de higienização e prurido. Algumas vezes os plicomas estão associados a hemorróidas externas ou fissuras  e essa avaliação é fundamental para definição do melhor tratamento. 

Condiloma

Condiloma (verrugas) por hpv Casos de recidivas de verrugas e outras lesões por HPV que não melhoram com tratamento no consultório, lesões muito volumosas ou com possibilidade de malignização precisam de cirugia. A tentativa de tratamento clínico é sempre uma opção mas tem limitações que precisam ser reconhecidas e algumas vezes há necessidade cirugica para tratamento dessas lesões. 

Clarisse Casali Whatsapp